sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Modo Correto de Compressão Mamária em FTMs



     Na minha última temporada na Europa, tive uma longa conversa em Lisboa com um dos meus grandes mestres na arte da cirurgia plástica, o Dr. João Lúcio Ferreira, ele me demonstrou o que eu já desconfiava, em suas observações de inúmeros casos, constatou que a compressão mamária equivocada pode prejudicar o resultado da cirurgia.
     É normal que a maioria dos transexuais FTMs comprimam suas mamas femininas com faixas ou "binders". Em muitos essa compressão começa desde o inicio do desenvolvimento mamário e o objetivo é obter um tórax com aparência masculina por disfarçar o volume mamário. É uma prática constante e sem contra indicações para a saúde. Contudo, as consequências de uma compressão errada irão provocar a necessidade de cicatrizes maiores na futura Cirurgia de Mamoplastia Masculinizadora.
     Aproveito para esclarecer que o termo Mastectomia não se aplica a necessidade dos transexuais FTM. Tal termo significa a amputação cirúrgica da mama, que pode ser parcial ou total e é realizada em mamas masculinas ou femininas como forma de tratamento para determinadas doenças. A cirurgia plástico reconstrutiva que transforma a mama feminina em uma mama masculina deve carregar o termo Mamoplastia, pois tal termo é traduzido como plástica mamária e complementado com Masculinizadora, que é o objetivo da cirurgia, ou seja, a readequação da quantidade de todos os diferentes tecidos que compõe a mama feminina para ao final serem proporcionais em quantidade e forma aos tecidos que compõe a mama masculina. 
     Agora, vejamos o que pode acontecer quando as mamas são médias ou pequenas. Uma compressão no sentido perpendicular à base da mama mantendo o mamilo centrado com a mama é a correta. Pode não parecer tão eficiente e ser mais complicado de fazer mas é de fato muito vantajosa para a futura cirurgia.
Quando a compressão é bem feita e a mama pequena ou média a única complicação é para o cirurgião. Nessas mamas, normalmente não há pele sobrando e portanto podemos fazer a cirurgia por via periareolar ou transareolar não ficando cicatrizes visíveis. A complicação para o cirurgião está no fato de que a glândula é obrigada a crescer para os lados em vez de se projetar para a frente, dando assim muito mais trabalho ao cirurgião. Contudo a cicatriz resultante da cirurgia é muito mais discreta. 
     Quando a compressão não é bem feita o problema é maior para o paciente do que para o cirurgião. De fato na tentativa de esconder as mamas o comum é fazer uma compressão de cima para baixo e com isso provocar um estiramento da pele que está do mamilo para cima criando mamas em forma de saco de café. Na verdade a glândula não é volumosa, mas nestes casos foi criado um excesso de pele pela compressão equivocada que obriga à criação de cicatrizes grandes. Para retirar a pele que está em excesso e é resultou da compressão mal feita o cirurgião não tem alternativas, tem que criar cicatrizes grandes.
     Como se não bastasse, o uso da Testosterona acelera esse processo quando é iniciada em mamas que já vem sendo comprimidas de forma errada. Quando a compressão é correta o grau de atrofia gerado pela Testosterona é benéfico. Vale ressaltar que o uso de hormônios deve ser acompanhado sempre por um médico.
     A gravura abaixo representa um paciente a compressão foi de cima para baixo e que obrigou o cirurgião a retirar uma grande quantidade de pele. Uma compressão correta te possibilitará um resultado mais natural no futuro, lembre disso!


4 comentários:

  1. Devo corrigir, o Dr. é Dr. João Décio Ferreira e não Lúcio.
    Cumprimentos!

    ResponderExcluir
  2. Bom dia vc nem faz idéia do como esta sendo maravilhosamente bom ter conhecimento da sua luta de saber que vc existe. E principalmente que tem um coração não só seu mais de todos os trasns que ainda como eu o meu namorado ainda não tinha um conhecimento sobre a sua pessoa. Primeiramente quero agradecer por ter alguém como vc que está e esteve sempre ajudando pessoas com diversas situações em relação ao sofrimento na vida por uma opção por um necessidade de ser quem é e conviver com preconceito olhares maldosos risadas sarcásticas de seres que não tem respeito nenhum pelo próximo. Tenho um relacionamento de 11 anos com uma mulher , nos envolvemos derrepente sem ter explicação uma entrou na vida da outra sem muita explicação embora por incrível que parece sempre estivemos tão próximas uma da outra sem se quer ter noção. Resumindo o conheci aos 17 e hoje ele já tem 30 anos sofreu um preconceito des de criança pela própria mãe que não tinha conhecimento ou fazia que não tinha,descriminada,proibida te tentar ser quem realmente ela é com palavras,com olhares com violência,com desrespeito com dor,com sentimento com o sofrimento q só ela senti e q apartir do momento q eu tive conhecimento eu tbem sinto e sofro por ele. Nunca havia ficado com mulher,nem interesse havia, tudo mais ela com todo comportamento de ele despertou em mim um interesse e um amor que não tem fim e ao conhecer todo o seu sofrimento a sua vida de fingir ser quem realmente ele não era, resolvi então dar um basta nisso e assumir que estava completamente envolvida por aquela pessoa e daí então nunca o tirei de casa e veio morar comigo nunca mais nos separamos .Antes ainda era mais feminina pois ao meio daquela vida que não era dele daquele mundo de mentiras e fingimentos por ter que mostrar e ser o que realmente não era, hoje já se poder conhecer quem realmente ele é mais ainda sim não está por completo ao meio de tantos desconforto,uma aparência já masculinizada,um desconforto eu frequentar lugares pelo qual está sempre se sentindo inferior pelos olhares com descriminação,ter que se encher de blusa apertar os seios pra esconde lo por se sentir completamente incompleto num corpo no qual não o pertence nao o faz bem não o faz feliz. E então descobrir q existe milhares de pessoas com o mesmo problema e que sabe o quanto é doloroso se sentir desconfortável ao mostrar o documento,ao frequentar médico, ao tentar levar uma vida que é pra ser normal como todos.Estou feliz por ve-la extremamente esperançosa, empolgada, com uma felicidade contagiante de ter descoberto sua página, sua história, sua batalha pelos direitos dos transgênicos. Me desculpe pelo texto exagerado mais não pude conter o meu êxtase em abordar o tema sobre a vida deste que eu amo e sou capaz de dar a vida por ele.

    ResponderExcluir
  3. Por favor me respondam qual é a Tal maneira "correta" de se fazer a compressão Mamária até o processo cirúrgico.

    ResponderExcluir